16 de setembro de 2019
Primeiro modelo puramente elétrico da marca, ele usa carroceria multi-material de alumínio, aço de alta resistência e polímeros reforçados com fibra de carbono

Por Marcio Ishikawa |

O Porsche Taycan, primeiro modelo elétrico da famosa marca alemã de carros esportivos, foi oficialmente apresentado ao mundo. Ele é um dos principais destaques da edição 2019 do Salão de Frankfurt, na Alemanha, e utiliza carroceria multi-material de alumínio, aço de alta resistência e polímeros reforçados com fibra de carbono.

Porsche Taycan

No último dia 4 de setembro, a Porsche realizou uma avant-premiere mundial que ocorreu simultaneamente em três diferentes continentes, em Neuhardenberg (Alemanha), Pingtan (China) e Cataratas do Niágara (fronteira entre Canadá e Estados Unidos). Os locais escolhidos abrigam formas de geração de energia elétrica sustentável: fazenda de energia solar, estação eólica e usina hidroelétrica, respectivamente.

Mais do que o lançamento de um novo produto, com a tecnologia de propulsão que deve dominar o mercado automobilístico nas próximas décadas, o lançamento do Porsche Taycan é tratado como o marco do início de uma nova era. Apesar disso, as formas do veículo remetem à linha atual – e a marca também garante que performance e dirigibilidade também estão inteiramente alinhadas com a tradição da Porsche.

“O Porsche Taycan conecta nossa tradição com o futuro. Ele leva adiante a história de sucesso de nossa marca – que vem fascinando e emocionando pessoas em todo o mundo há mais de 70 anos. O dia de hoje marca o início de uma nova era”
Oliver Blume, presidente do Conselho Executivo da Porsche AG, durante a apresentação do modelo

As primeiras versões disponíveis comercialmente são o Taycan Turbo e o Taycan Turbo S. Apesar da nomenclatura, ambos são elétricos puros. O “turbo”, a partir de agora, é apenas o indicativo dos modelos de alta performance em cada uma das linhas – ou seja, não indica a presença do dispositivo, muito menos a existência de um motor a combustão. A marca já anunciou que, no final de 2020 será lançado o Porsche Taycan Cross Turismo.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Equipados com dois motores elétricos, cada um acoplado a um dos eixos, o Porsche Taycan Turbo (500 kW, equivalentes a 680 cavalos) e o Taycan Turbo S (560 kW/760 cv) aceleram de 0 a 100 km/h em 2,8 e 3,2 segundos, respectivamente. Segundo a Porsche, os dois modelos atingem velocidade máxima de 260 km/h, enquanto a autonomia média é de 450 (turbo) e 412 (turbo S) quilômetros.

Mais do que os números compatíveis com carros superesportivos, o principal atributo, em termos de performance, vem da disponibilização de torque de forma linear. Ou seja, a força do motor está disponível para o motorista o tempo todo, sem altos e baixos.

Segundo a Porsche, o Taycan é o primeiro automóvel de produção equipado com um sistema com 800 volts, em lugar dos usuais 400 volts encontrados atualmente. A vantagem se traduz principalmente no carregamento: em pouco mais de cinco minutos, com corrente contínua (CC) provida por uma rede de carga de alta potência, a bateria é recarregada com carga para até 100 quilômetros (norma WLTP). Nas condições consideradas ideais, leva-se 22,5 minutos para se atingir 80% da capacidade de carga das baterias de íons de lítio, com capacidade de 270 kW e que podem fornecer 93,4 kWh.

Leia também:
– Porsche Taycan será o primeiro elétrico da marca
– Novo Porsche 911 aumenta conteúdo em alumínio
– Audi e Porsche: desenvolvimento conjunto de arquitetura para veículos elétricos

Porsche Taycan é um dos destaque no Salão de Frankfurt

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *