6 de março de 2020
Fabricante também vai investir R$ 10 mi em infraestrutura de recarga, instalando 200 novas estações no Brasil em parceria com a Engie

Por Marcio Ishikawa |

A Audi iniciou, no final de fevereiro, a pré-venda do e-tron no Brasil, através de seu website. As primeiras unidades do seu primeiro utilitário-esportivo 100% elétrico serão entregues no final de abril – e o modelo chega oficialmente em maio a catorze concessionárias da marca selecionadas pelo território nacional, a partir de R$ 459.990,00, em duas versões.

Audi e-tron no Brasil

O e-tron utiliza elevado conteúdo de alumínio, presente em sua estrutura de carroceria, painéis de fechamento, case de proteção e módulo de baterias. Segundo recente pesquisa realizada pela DuckerFrontier, sob encomenda da European Aluminium, são nada menos que 804 quilos do metal por cada unidade. 

Equipado com dois motores, um no eixo dianteiro, com 184 cavalos, e outro no eixo traseiro, com 224 cavalos, o e-tron entrega 408 cavalos no total. O conjunto de baterias de íons de lítio, formado por 36 células, opera com voltagem nominal de 396 volts e 95 kWh de energia, que oferecem uma autonomia superior a 400 quilômetros.

No anúncio oficial do lançamento no e-tron no Brasil, a Audi não revelou o número de unidades que serão importadas, nem qual a previsão de vendas com que está trabalhando – apenas que o primeiro lote de veículos já está a caminho, vindo da Bélgica, onde é produzido, na planta de Bruxelas.

“A chegada do Audi e-tron no Brasil marca uma nova fase da empresa, com veículos cada vez mais voltados para a mobilidade premium sustentável. A Audi planeja lançar 30 modelos eletrificados até 2025 no mundo todo”
Johannes Roscheck, presidente e CEO da Audi do Brasil.

Infraestrutura
Paralelamente à venda do e-tron no Brasil, a Audi anunciou o investimento de R$ 10 milhões em infraestrutura de recarga – afinal, este é um dos pontos que acaba gerando desconfiança e preocupação dos potenciais consumidores. O trabalho será realizado em parceria com a Engie, empresa especializada em soluções de mobilidade elétrica.

Os 200 carregadores serão do tipo AC (corrente alternada), com 22kW – será a infraestrutura de recarga mais potente já instalada por uma montadora no Brasil até hoje. Segundo a Audi, todos os pontos serão equipados com o plug do tipo 2, que é o padrão europeu, e qualquer veículo com esse mesmo tipo poderá utilizá-lo.

Leia também:
– Audi e-tron Sportback é lançado em Los Angeles
– Audi cria serviço de recarga para veículos elétricos
– Audi: estudo para integrar baterias de carros à rede de distribuição

Audi abre pré-venda do elétrico e-tron no Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *