4 de dezembro de 2017
Nova tecnologia oferece mais rapidez, precisão e redução nos custos operacionais em relação aos equipamentos que usam metal em pó

A Vader Systems, empresa americana especializada na tecnologia de impressão 3D de metal líquido, anunciou a venda da primeira unidade do modelo Mk1, até então classificado como experimental, para a Becker CAD-CAM-CAST, empresa alemã de engenharia, especializada em componentes automotivos fundidos de alumínio produzidos com manufatura aditiva.

Vader Mk1 Impressão 3d de metal líquido

O equipamento utiliza a tecnologia Magnetojet, patenteada pela Vader, que faz a manipulação do metal líquido através do magnetismo. A alimentação é feita através de um fio, como nas soldas, e o material é depositado em uma câmara de cerâmica a 1200º C. Através de pulsos eletromagnéticos, o material derretido é ejetado, na forma de microgotículas, de forma precisa através dos bocais, em uma área de 200 a 500 micron, em uma velocidade de até mil microgotículas por segundo. dependendo da precisão desejada.

Em relação às impressoras 3D que utilizam alumínio em pó, a Vader afirma que o novo equipamento oferece maior precisão, o dobro da velocidade de produção e, ainda, custos operacionais até dez vezes menores. A liga atualmente utilizada nos fios é a 4043, mas a empresa afirma que já está em fase final de desenvolvimento a utilização das ligas 6061 e 7075. É possível, além das ligas de alumínio, a impressão com o uso de bronze e cobre. Ainda segundo a Vader, o equipamento pode produzir peças mais densas sem a necessidade de pós-processamento.

Recentes reportagens afirmam que a Mk1 pode representar um salto enorme rumo à adoção definitiva dessa tecnologia em diversas indústrias além do setor automobilístico e que esta deve ser a primeira de muitas Mk1 comercializadas pela Vader – há rumores de empresas interessadas em encomendar pelo menos 50 unidades. Unidades com múltiplos bocais podem custar mais de 1 milhão de dólares.

A Vader ainda trabalha no aprimoramento da tecnologia e afirma que próxima evolução do equipamento terá dez bocais de impressão e conseguirá produzir peças com uma velocidade 30 vezes superior à Mk1.

Clique aqui e saiba mais sobre a impressão 3D e o alumínio

Vader vende primeiro equipamento de impressão 3D de metal líquido

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *