31 de julho de 2017
Oitava geração do sedã de luxo inglês foi lançada como o mais avançado modelo da marca em toda a história

O novo Rolls-Royce Phantom, a oitava geração em toda longeva história do modelo e a segunda sob o guarda-chuva do grupo BMW,  foi lançado no último dia 28 em Londres. O sedã de luxo, apresentado como o mais avançado Rolls-Royce de todos os tempos em questão de tecnologia,  estreia uma nova arquitetura com estrutura em alumínio – batizada de “Architecture of Luxury”.

Rolls-Royce Phantom

A marca não revelou muitas informações sobre a nova arquitetura, revelando apenas que o uso da estrutura em alumínio proporcionou redução de peso e, ao mesmo tempo, um aumento de 30% em sua rigidez quando comparado com o seu antecessor. O motor V12 de 6,75 litros, antes aspirado, agora ganhou o auxílio de dois turbos e passa a atingir a marca de 570 cavalos de potêcia máxima, com torque de 91378 kgmf – trabalhando em conjunto com uma transmissão automática de oito velocidades da ZF. Segundo a marca, o novo Rolls-Royce Phantom  acelera de 0 a 100 km/h em 5,3 segundos e sua velocidade máxima é limitada eletronicamente em 250 km/h.

Se não há números concretos sobre a redução de peso proporcionada pela nova estrutura em alumínio, é certo que ela contribuiu para que os engenheiros pudessem trabalhar com mais liberdade na questão da redução do ruído interno. Foram adotados mais de 130 quilos de material de isolamento acústico – até mesmo os pneus ganharam uma camada extra de espuma para melhorar a absorção de ruídos. Além disso, as juntas em alumínio extrudado da estrutura são as maiores já utilizadas na indústria automobilística e todos os vidros tem espessura de 6 milímetros. A cabine, segundo a marca, está 10% mais silenciosa que a geração anterior.

Este slideshow necessita de JavaScript.

A suspensão “Magic Carpet Ride” se vale de câmeras que monitoram o piso à frente e conseguem antecipar as reações da suspensão, oferecendo um rodar muito mais suave. Entre os itens de segurança, destaque para o sistema de câmeras que proporcionam uma visão em 360 graus ao redor do carro, sistema de visão noturna, alertas de colisão, cruzamentos e saída da faixa de rolamento.

As portas traseiras mantém a tradição de se abrem para trás – chamadas “portas suicidas”, mas ganharam um sistema eletrônico chamado de “O Abraço”, que ao toque de um botão utiliza a força e velocidades adequadas para fechá-las, de modo a não incomodar os ocupantes. O painel de instrumentos é em TFT e emula os tradicionais mostradores analógicos, acompanhado de uma tela central de 12,3 polegadas que oferece inúmeras opções de personalização. Como toda tradicional limousine inglesa, o novo Rolls-Royce Phantom oferece um armário para bebidas e porta-copos com decantador de vinhos.

O modelo, que estará à venda a partir do início de 2018, será vendido a partir de 400 mil libras – aproximadamente 1,65 milhão de reais.

Rolls-Royce Phantom estreia arquitetura em alumínio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *