1 de agosto de 2017
Medida visa melhorar a qualidade do ar no país e atingirá também os modelos híbridos

O governo do Reino Unido anunciou a proibição da venda de carros a combustão no país a partir de 2040. A medida, que é parte de um plano para melhorar a qualidade do ar, se aplica tanto para os veículos equipados com motor a gasolina ou a diesel, além dos modelos híbridos, aqueles que dispõe de uma combinação de motor a combustão e elétrico e que são bem menos poluentes. Dessa forma, serão comercializados apenas modelos elétricos.

londres-proibicao-1
(foto: Steven Arenas / StockSnap)

O plano é uma resposta do governo a uma decisão da Alta Corte de Londres, que exigiu do governo a fixação de novos limites de emissão de gases poluentes e geradores do efeito estufa (leia mais sobre as legislações que regulam as emissões de poluentes no mundo). Serão liberados, ainda, 225 milhões de libras para as autoridades locais reduzirem as emissões de dióxido de nitrogênio (NO2) dos veículos a diesel – não há medidas obrigatórias, mas espera-se que isso aconteça através da mudança ou adaptação das frotas de ônibus e também do planejamento para restrição de sua circulação em regiões centrais da cidade.

O ministro do Meio Ambiente, Michel Grove, foi enfático ao comentar a proibição da venda de carros a combustão em um programa de rádio da BBC. “Não existe a mínima possibilidade de continuarmos a usar automóveis movidos a diesel ou gasolina”, disse. “Não apenas pelos problemas de saúde que causam na população, mas também porque as emissões de gases aceleram as mudanças climáticas e comprometem a qualidade de vida das gerações futuras.”

Medida semelhante já havia sido anunciada recentemente pela Noruega – que estabeleceu um prazo bem mais apertado para a proibição da venda de carros a combustão, já a partir de 2025. Outros países tem a mesma intenção: semanas atrás, o ministro francês do Meio Ambiente, Nicolas Hulot, também disse que a França deve banir a venda de carros a combustão até 2040. Já autoridades da Índia afirmaram que tem um plano mais ousado e esperam que isso ocorra dez anos antes, em 2030.

Reino Unido: proibição da venda de carros a combustão em 2040
Um comentário sobre a matéria:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *