1 de abril de 2019
Veículo de lançamento de pequenos satélites em órbita possui estrutura de compósito de alumínio e fibra de carbono

Por Marcio Ishikawa |

A Orbex, uma startup britânica do setor aeroespacial, apresentou o foguete Prime – veículo especialmente desenhado para o lançamento de pequenos satélites (com peso entre 100 e 220 quilos) na órbita terrestre, entre 200 e 1250 km de altitude.

Orbex - foguete Prime

Um dos destaques do veículo é a estrutura do estágio 2, responsável pelo trânsito orbital após o lançamento, feita de um compósito de matriz de alumínio e fibra de carbono. Graças a essa arquitetura, o foguete Prime é 30% mais leve e 20% mais eficiente do que outros veículos similares.

Outra inovação está no motor do foguete, o primeiro produzido com tecnologia de impressão 3D, em uma parceria com a empresa SLM Solutions, também do Reino Unido. A principal vantagem do processo é o fato de o motor ser produzido em uma única peça, evitando problemas estruturais associados à falhas em soldas e outros processos de união.

Por fim, a Orbex ainda afirma que o Prime é o primeiro foguete comercial a utilizar o bio-propano, combustível idêntico ao propano, um dos componentes do GLP, gás liquefeito de petróleo, mas que é sintetizado a partir de um processo renovável e limpo. O bio-propano reduz as emissões de carbono em 90% em comparação com combustíveis fósseis convencionais.

A Orbex recebeu, em 2018, um investimento de 40 milhões de dólares, divididos entre grupos privados e agências oficiais como a Agência Espacial Britânica, a o Espacial Européia e o programa Horizon 2020 da Comissão Européia. A empresa também foi selecionada, em julho de 2018, para operar seus lançamentos na base aeroespacial de Sutherland, na Escócia. O primeiro lançamento deve acontecer, de acordo com o cronograma da empresa, em 2021.

Leia também:
– Stelia Aerospace usa 3D para reforço de painéis de fuselagem de aviões
– Acordo de colaboração entre Arconic e Lockheed Martin
– AP&C anuncia pó de liga de alumínio F357
– NextGenAM coloca planta piloto em funcionamento

Orbex apresenta o foguete Prime

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *