13 de setembro de 2019
Utilitário esportivo estreia nova plataforma D7x em alumínio, considerada a carroceria mais resistente já produzida pela marca

Por Marcio Ishikawa |

Depois de quase sete décadas em produção, o Land Rover Defender saiu de linha em 2016. Mas o utilitário esportivo mais famoso do planeta está de volta, trazendo a mesma silhueta com ângulos retos que fez história com o seu antecessor, mas inteiramente modernizado por dentro. Um dos maiores destaques é a nova plataforma D7x em alumínio, que a Land Rover garante ser a mais resistente carroceria por ela já produzida em toda história.

Novo Land Rover Defender

Segundo a marca, a nova plataforma foi submetida a um procedimento de avaliação denominado “Extreme Event Test” – evento teste extremo, em português, com níveis de exigência bem superiores ao demandados por um SUV padrão. A construção monocoque, graças à utilização do alumínio, é leve e, ao mesmo tempo, três vezes mais rígida do que os modelos tradicionais de carroceria, fornecendo a base ideal para uma suspensão totalmente independente nas quatro rodas. Ela é três vezes mais rígida que uma construção tradicional de carroceria sobre chassi.

Novo Land Rover Defender

O novo Land Rover Defender possui nada menos que 29 centímetros de altura em relação ao solo. O modelo conta com carga útil máxima de até 900 kg, além de carga estática de teto de até 300 kg e dinâmica de 168 kg, além de capacidade de reboque de 3,5 toneladas e capacidade de enfrentar áreas alagadas de até 90 cm.

Serão quatro versões comercializadas: S, SE, HSE e X, além da edição especial de lançamento First Edition. O novo Land Rover Defender ainda mantém a tradição do antecessor de oferecer duas variantes de carroceria: Defender 90 – de entreeixos curto e capacidade para até seis pessoas – e Defender 110, com entreeixos alongado e opções de cinco, seis e sete ocupantes.

Cada uma das configurações de carroceria conta com quatro opções de motores: duas a diesel (D200 e D240 – 2.0 twin turbo de quatro cilindros, com 200 e 240 cv, respectivamente) e outras duas a gasolina (P300 – 2.0 de quatro cilindros e 296 cavalos – e P400 MHEV – 3.0 de seis cilindros e 400 cavalos, com sistema mild hybrid, que conta com bateria separada de 48 volts e motor elétrico que funciona como gerador e permite recuperação de energia).

Este slideshow necessita de JavaScript.

Toda a linha do novo Land Rover Defender é equipada com transmissão ZF de oito velocidades e opção de reduzida, para situações de reboque ou fora de estrada extremo. O modelo conta com opção de suspensão a ar, com o sistema Adaptive Dynamics, capaz de monitorar os movimentos do veículo 500 vezes por segundo, fazer o modelo reagir às condições de piso e dirigibilidade, podendo elevar a carroceria em até 14,5 centímetros quando necessário.

O novo Land Rover Defender receberá atualizações remotas de software, assim como os modelos da Tesla. No interior, destaca-se o painel de instrumentos digital de 12,3 polegadas, além da tela central com uma nova geração do sistema sensível ao toque.

Leia também:
– Land Rover Discovery estreia arquitetura de alumínio
– Range Rover Vogue: primeiro SUV 100% de alumínio
– Jaguar Land Rover amplia uso de alumínio reciclado

Novo Land Rover Defender é lançado no Salão de Frankfurt

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *