4 de outubro de 2017
Empresa, antes chamada London Taxi Company, apresenta novo carro híbrido com carroceria de alumínio

A London Electric Vehicle Company – nome, desde setembro, da antiga London Taxi Company – apresentou o seu novo modelo, o híbrido TX. O novo táxi londrino – que será vendido por pouco mais de 55 mil libras e com leasing de 177 libras semanais – manteve o icônico design que caracteriza os chamados “black cabs” e se tornaram um cartão postal da capital britânica. Mas utiliza uma moderna carroceria em alumínio, que garante uma redução de peso que garante um bom aumento da autonomia do veículo – fundamental para a rodagem de um táxi em uma grande metrópole.

London Electric Vehicle Company

A estrutura de carroceria, feita em alumínio e produzida com adesivagem, é 30% mais leve que uma estrutura em aço equivalente e duas vezes mais resistente do que se fosse produzida com soldas. A London Electric Vehicle Company diz que o modelo é o mais seguro já produzido em sua história, exatamente pela utilização do alumínio na estrutura, já que ele tem a capacidade de absorver o dobro de energia que o aço. Além disso, por ser mais leve, ele acaba tendo menos energia para ser dissipada. Por fim, o alumínio anodizado utilizado ainda oferece uma grande resistência à corrosão, apresentando uma durabilidade muito maior.

A tradicional empresa foi adquirida pela Geely, empresa chinesa que também é dona da Volvo, em 2013 – o TX, inclusive, tem o design da arquitetura assinado pela Geely e usa tecnologia híbrida da marca sueca. A mudança de nome, por sinal, indica que a fabricante não deve mais ficar restrita à fabricação dos icônicos táxis e tem planos de produzir veículos em outros formatos e aplicações.

A empresa, sediada em Coventry e que já anunciou a exportação de 225 unidades do modelo para a Holanda, investiu cerca de 325 milhões de libras em uma nova planta, que será dedicada à produção de apenas modelos elétricos, com capacidade para a produção de 20 mil unidades por ano.

O modelo, que conta com autonomia para cerca de 640 quilômetros, utiliza um sistema de propulsão híbrida plug-in, que se vale de um motor 1.3 de três cilindros a gasolina da Volvo, como gerador elétrico. As baterias, que também podem ser abastecidas na tomada, oferecem carga para cerca de 112 quilômetros em modo elétrico puro.

London Electric Vehicle Company entra na era do alumínio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *