28 de junho de 2017
Modelo, que será um dos mais baratos do Brasil, é mais um da marca a utilizar o novo motor 1.0 com bloco de alumínio

O Salão de Buenos Aires, realizado em meados de junho, foi o palco escolhido para a apresentação da versão final do Renault Kwid. O modelo, que chega às ruas no final de julho, é apresentado pela marca como o “SUV dos compactos”. Ele fará uso do novo motor SCe 1.0 com bloco de alumínio – mas configurado para render 70 cavalos de potência com etanol e 66 com gasolina – no Logan e Sandero, ele entrega 82/79 cv.

Renault Kwid

A Renault, que já iniciou a pré-venda do modelo, mediante um pagamento de R$ 1000,  ainda não revelou a tabela de preços completa, mas afirma que os preços irão variar entre R$ 29 990 a R$ 39 990. Os interessados deve fazer pagamento com cartão de crédito nas concessionárias da marca, no site da Renault ou no site especial do modelo. A marca oferece, a quem fizer a reserva, entrega prioritária (a partir do final de julho) e primeira revisão gratuita.

O modelo, com 3,68 m de comprimento, 1,59 m de largura, 1,47 m de altura e 2,42 m de entre-eixos, tem dimensões semelhantes ao do Volkswagen Up!. O Kwid foi antecipado no último Salão do Automóvel de São Paulo, quando foi mostrado como o conceito Outsider – uma versão aventureira e mais cara, que chegará às lojas no início de 2018.

Inicialmente, o Renault Kwid terá três versões disponíveis:

A versão de entrada Life (R$ 29 990), traz, dentre os principais itens de série, quatro airbags (frontais e laterais), além de sistema Isofix para fixação de cadeirinhas de bebê, abertura interna do porta-malas, ajuste de altura nos cintos de segurança dianteiros e encostos de cabeça para os dois passageiros laterais. Esta versão não tem equipamentos opcionais.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Já a intermediária Zen (R$ 34 990), inclui na lista de itens de série: ar condicionado, direção elétrica, limpador do vidro traseiro, vidros e travas elétricas, revestimento no porta-malas e alerta de luzes traseiras. O rádio, com sistema Bluetooth, é opcional, por R$ 400.

A Intense, por enquanto a versão mais cara da linha, acrescenta faróis de neblina, retrovisores e maçanetas na cor do carro, computador de bordo, conta giros, computador de bordo, encosto de cabeça para o quinto passageiro, rádio e rodas de liga-leve de 14’. O pacote opcional, que faz o carro chegar à marca de R$ 39 990, inclui central multimídia, câmera de ré, grade cromada, retrovisores com capa preta e ajuste elétrico, rodas de liga de 14’ com acabamento escurecido. A Renault não revelou o preço da versão sem o pacote opcional.

De acordo com a fábrica, abastecido com etanol, o Renault Kwid tem um consumo médio de 10,5 km/l, atinge velocidade máxima de 156 km/h e acelera de 0 a 100 km/h em 14,7 segundos. Com gasolina, as marcas são de 15,2 km/l, 152 km/h e 15,2 segundos.

Além do bloco de alumínio, o motor 1.0 SCe usa duplo comando de válvulas variável, na admissão e no escape – um recurso pouco comum em unidades destinadas ao segmento de entrada no mercado brasileiro. Anéis de pistão, tuchos e polias variáveis são revestidos em DLC (Diamond Like Carbon), composto de carbono com propriedades de dureza muito altas por causa da sua estrutura similar ao diamante, que reduzem o atrito e o desgaste do motor, além de contribuir para uma melhor eficiência energética. O motor foi desenvolvido no Brasil e faz parte de uma nova família mundial da Aliança Renault-Nissan. Quando comparado com a geração anterior, ele ficou 20 quilos mais leve

Renault inicia pré-venda do compacto Kwid
21 comentários sobre a matéria:
  • 06/07/2017 em 12:51

    Quero saber onde existe uma concessionária mais próxima de Tucuruí do Pará? Obrigada!

    Responder
    • 11/07/2017 em 12:23

      Ana, o modelo está disponível, por enquanto, apenas no sistema pré-venda e os valores são os indicados no site oficial.

      Responder
  • 12/07/2017 em 09:20

    Olá amigo estou interessada nesse novo wid qual o valor da entrada que posso dar?

    Responder
    • 18/07/2017 em 11:55

      Teresa, no momento o veículo está em pré-venda, com taxa de reserva de R$ 1000. Para negociação posterior, você deve entrar em contato com uma concessionária da marca. Para encontrar a mais próxima, use a ferramenta de localização de concessionárias da Renault: https://www.renault.com.br/encontre-uma-concessionaria.html

      Responder
  • 12/07/2017 em 09:48

    Olá preciso saber se vcs podem me passar por e_mail uma simulação de forma de pagamento sou funcionária pública, já me aposentei por tempo de serviço mas continuo trabalhando sou auxiliar de enfermagem e me interessei nesse kwid é muito lindo por favor me mandem resposta

    Responder
  • 17/07/2017 em 16:09

    Só vai ter 1.0 motor?

    Responder
    • 18/07/2017 em 11:53

      Coriolano, as versões confirmadas até agora usam motor 1.0. Como trata-se de um modelo de entrada, é pouco provável que sejam lançadas versões com motorização maior.

      Responder
  • 22/07/2017 em 10:23

    Olá, gostaria que comentasse sobre o eixo do Kwid. Se por ser rígido não causa desconforto e pouca instabilidade?

    Responder
  • 30/07/2017 em 10:48

    quero um

    Responder
  • 09/08/2017 em 12:25

    como adquirir o kwid e à vista

    Responder
  • 16/08/2017 em 15:50

    A garantia do carro é de 3 ou 5 anos

    Responder
    • 17/08/2017 em 10:22

      Osvaldo, a garantia normal é de três anos. A Renault está oferecendo dois anos extras, totalizando cinco anos, para quem fizer o financiamento do veículo pelo banco Renault.

      Responder
  • 17/08/2017 em 10:32

    Bom dia alguém sabe me informar qndo vai começar a vender o kwid outsider e qual será o valor?

    Responder
    • 28/08/2017 em 10:11

      Caro Valdez, a versão Outsider será comercializada somente em 2018. Ela será a versão topo de linha, portanto, deverá custar mais de 40 mil reais.

      Responder
  • 19/08/2017 em 13:45

    gostaria muito de saber sobre o consumo desta linha da Renalt kwild

    Responder
    • 28/08/2017 em 10:13

      Caro Fernando, segundo dados da Renault, quando abastecido com etanol, o Renault Kwid tem um consumo médio de 10,5 km/l; já com gasolina, 15,2 km/l.

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *