17 de abril de 2019
Sétima geração do sedã desembarca com carroceria multimaterial quase 55 quilos mais leve que a geração anterior

Por Marcio Ishikawa |

Lançado oficialmente em outubro do ano passado, o novo BMW Série 3 marcou presença pouco depois no Salão do Automóvel de São Paulo e, agora, já está disponível nas concessionárias da marca no Brasil. O icônico sedã, que em quatro décadas vendeu mais de 15 milhões de unidades mundo afora, chega com um maior conteúdo de alumínio em sua sétima geração.

Novo BMW Série 3

O novo BMW Série 3 conta com capô e paralamas em alumínio – o que, segundo a BMW, reduziu o peso em quase 15 quilos. Além disso, o sedã utiliza uma nova estrutura de carroceria multimaterial que utiliza aços de alta resistência e alumínio (presente na sub-estrutura do motor e nos suportes dianteiros) – responsável pela redução de mais 7,5 quilos. O alumínio ainda está presente nos rolamentos giratórios e braços de suspensão do eixo dianteiro, nos suportes das rodas e nos rolamentos de roda do eixo traseiro.

A tradicional característica da distribuição de peso considerada ideal – 50:50 entre os eixos dianteiro e traseiro foi mantida na sétima geração do BMW Série 3. Além disso, a marca afirma que a rigidez da estrutura de carroceria aumentou em média 25% – mas com esse índice chegando a até 50% em pontos estratégicos – e que a aerodinâmica do modelo também melhorou, graças a um assoalho praticamente selado, direcionamento estratégico do fluxo de ar pela carroceria e elementos ativos – como a grade frontal cujos elementos se fecham quando o motor não necessita de refrigeração.

O Brasil é um dos primeiros países a comercializar o novo BMW Série 3, que chega na versão 330i M Sport – em junho desembarca a versão 330i Sport. As duas versões serão equipadas com motor 2.0 turbo de quatro cilindros em linha, que entrega 258 cavalos de potência, 40,79 kgmf de torque e faz o modelo acelerar de 0 a 100 km/h em 5,8 segundos. Inicialmente, o novo BMW Série 3 será importado da Alemanha, mas no segundo semestre a produção nacional terá início na fábrica de Araquari, em Santa Catarina.

O novo BMW Série 3 conta com uma série de tecnologias semi-autônomas, como alertas de colisão e de pedestre, a função city Braking, que alerta o motorista da presença de ciclistas. Como opcional, o modelo oferece o piloto automático com função stop & go, aviso de saída de faixa de rolamento, alerta de mudança de faixa com prevenção de colisão traseira, alerta de tráfego cruzado e assistente de estacionamento. Outro novo recurso é o Reversing Assistant, que grava os últimos 50 metros percorridos e, quando acionado, reproduz esse mesmo traçado, mas de forma reversa – ajuda a sair de um beco sem saída ou uma vaga de estacionamento complicada.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Outra novidade que chama a atenção é o Assistente Pessoal Inteligente BMW, um assistente digital que permite o acionamento de funções, consulta a informações sobre a manutenção do veículo e explicações sobre o funcionamento de itens do veículo através de comandos de voz. Para acionar, basta dizer “Olá, BMW”. Há ainda a opção de acionamento de diversas funções por gestos

A sétima geração também cresceu, com 7,6 centímeros a mais de comprimento, (total de 4,709 metros), 1,6 cm mais largo (1,827 m) e 0,6 cm mais alto (1,435 m). Da mesma forma, distância entre eixos é 41 mm maior (2,851 m) – além das bitolas, que são 43 mm mais largas no eixo dianteiro e 21 na traseira – o que, segundo a BMW, contribui para uma resposta dinâmica ao volante ainda mais ágil.

Leia também:
– BMW Série 5 amplia uso de alumínio
– BMW e EDP implantam corredor elétrico na Via Dutra
– BMW anuncia planta de manufatura aditiva

Novo BMW Série 3, com maior conteúdo de alumínio, chega ao Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *