22 de julho de 2019
Carro-conceito comemora 100 anos da marca inglesa e utiliza alumínio e fibra de carbono em sua carroceria

Por Marcio Ishikawa |

No último dia 10 de julho a Bentley comemorou o seu 100º aniversário e, para comemorar a histórica data, apresentou um novo carro-conceito: o Bentley EXP 100 GT. O projeto futurista, autônomo, elétrico e dotado de inteligência artificial, ele foi idealizado para o mundo de 2035, representando a visão da fabricante britânica de carros de luxo quanto ao futuro do automóvel. E, nesse futuro, os carros são extremamente, leves, produzidos com alumínio e fibra de carbono. 

Bentley EXP 100 GT

Apesar de futurista, o Bentley EXP 100 GT – com 5,8 metros de comprimento e 2,4 , de largura – resgata o design elegante e as linhas musculosa de icônicos modelos da Bentley. Por exemplo, os faróis redondos que se sobrepõem à grade vieram do Bentley Blower, enquanto a parte traseira foi claramente inspirada no R-Type Continental. 

Este slideshow necessita de JavaScript.

O alumínio ainda se faz presente em muitos elementos de acabamento. O interior do Bentley EXP 100 GT foi idealizado para oferecer três configurações diferentes, dependendo se o proprietário está dirigindo ou usando o modo autônomo. Sensores monitoram a temperatura, a posição dos passageiros e o ambiente para, independente das condições externas, fornecer as condições ideais. 

“O Bentley EXP 100 GT representa o tipo de automóvel que nós queremos produzir no futuro. Assim como os icônicos Bentleys do passado, este carro se conecta com as emoções dos passageiros e os ajuda na experiência e também a guardar as memórias da extraordinária viagem que eles embarcaram.”
Stefan Sielaff, Diretor de Design da Bentley

Os bancos ainda são adaptativos por biometria, com sua superfície reagindo à posição dos passageiros, oferecendo automaticamente mais suporte onde é necessário. Os sensores também monitoram o movimento dos globos oculares e da cabeça dos passageiros, além de sua pressão sanguínea – tudo para se adiantar aos possíveis desejos dos ocupantes.

Dentre outros materiais sustentáveis usados na produção do veículo, está a pintura externa “Compass”, que utiliza um pigmento sintético obtido a partir das cinzas da casca de arroz. A motorização é elétrica, com baterias que devem oferecer autonomia de até 700 quilômetros, além de uma aceleração de 0 a 100 km/h em apenas 2,5 segundos. 

Segundo a marca, recarregar 80% da carga das baterias do Bentley EXP 100 GT não vai demorar mais do que 15 minutos, graças a uma tecnologia futura de baterias que vai oferecer uma densidade energética cinco vezes maior do que a atual. 

Leia também:
– Rolls-Royce Cullinan, primeiro SUV da marca, usa arquitetura de alumínio
– Audi PB18 e-tron, o conceito de superesportivo elétrico
– Williams cria conceito de plataforma para veículo elétrico
– Lamborghini Urus aposta no alumínio para redução de peso

Bentley EXP 100 GT, o carro de luxo de 2035

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *