28 de agosto de 2018
Modelo revelado em evento na Califórnia apresenta uma visão radical de carro de alta performance do futuro

Por Marcio Ishikawa |

O Audi PB18 e-tron foi uma das atrações do Peeble Beach Concours d’Elegance, tradicional evento de carros clássicos realizado em Monterey, no estado americano da Califórnia. Trata-se de um modelo conceitual, que apresenta uma visão futurista e radical de um superesportivo elétrico, inspirado nas pistas de corrida – há muita tecnologia inspirada no modelo R18 e-tron que competiu no WEC e nas 24 Horas de Le Mans.

Audi PB18 e-tron

A estrutura de alumínio, fibra de carbono e um mix multi-material de compósitos garante um baixo peso – são menos de 1550 quilos, segundo a marca. A construção do Audi PB18 e-tron é típica dos esportivos de motor traseiro central – mas, no caso, ao invés do conjunto motor/transmissão, imediatamente atrás da cabine estão posicionados os pacotes de bateria.

As dimensões também são típicas de um modelo esportivo, com 4,53 metros de comprimento, 2 m de largura e 1,15 m de altura, com entre-eixos de 2,7 m. Segundo a Audi, o centro de gravidade do PB18 e-tron está posicionado logo abaixo dos bancos, logo à frente do eixo traseiro, beneficiando a dirigibilidade.


“Queríamos oferecer uma experiência que só seria possível em um carro de corrida como o R18. É por isso que desenvolvemos o interior em volta da posição ideal para um piloto, ao centro. Apesar disso, nosso objetivo também era dar ao Audi PB18 e-tron uma boa usabilidade para o dia a dia, não apenas para o motorista, mas também para um potencial passageiro.”

Gael Buzyn, Chefe do Audi Design Loft Malibu, onde foi desenvolvido o PB18 e-tron


O conceito foi criado para ser uma máquina de pilotagem, para ser utilizado em estradas e circuitos fechados, com pouca assistência ao piloto e com o mínimo de itens de conforto, para poupar peso. O codinome interno, “Level Zero”, não é à toa – é uma referência direta ao fato dele ser o oposto de um “Level Five”, o nível mais alto de automação de um veículo.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O Audi PB18 e-tron utiliza três motores elétricos, um dianteiro (150kW, equivalente a 203,9 cv) e dois posicionados na traseira, cada um conectado diretamente a uma das rodas traseiras através de um semi-eixo de acionamento (350 kW no total, ou 475,8 cv). No total, a potência máxima disponível é de 570 kW – ou quase 775 cv. O torque combinado é de 84,63 kgmf. Segundo a Audi, o modelo acelera de 0 a 100 km/h em dois segundos.

O modelo oferece a possibilidade de, no uso em tráfego urbano, limitar a velocidade máxima para privilegiar a autonomia. Além disso, o Audi PB18 e-tron possui sistema de recuperação de energia: em frenagens moderadas, apenas os motores elétricos são responsáveis pela desaceleração (momento em que ocorre a recuperação de energia). Os freios hidráulicos são acionados apenas em frenagens mais fortes.

Já as baterias são do tipo estado sólido, com refrigeração líquida, com capacidade de 95 kWh e uma carga completa oferece autonomia de 500 quilômetros. A recarga pode ser feita em uma voltagem de até 800 volts – condição na qual a carga completa da bateria é feita em apenas 15 minutos.

O modelo tem ainda uma característica curiosa. Ele possui apenas um assento, que em condições “normais” fica à esquerda, na mesma posição de um veículo comum (um assento adicional para passageiro pode ser instalado). Quando se aciona o modo “race”, ele se desloca lateralmente, junto com volante e pedais (com acionamento by wire, sem conexão mecânica)  e ficam posicionadas ao centro, como em um monoposto de corrida.

Leia também:
– Audi e Porsche: desenvolvimento de conjunto de arquitetura para veículos elétricos
– Porsche Taycan será o primeiro elétrico da marca alemã
– BMW e EDP implantam corredor elétrico na Via Dutra

Audi PB18 e-tron, o conceito de superesportivo elétrico

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *