3 de janeiro de 2017
Sonda de exploração lunar foi desenvolvido em parceria com Part-Time Scientists para concurso do Google

Por Marcio Ishikawa |

Uma das atrações mais inusitadas do último Salão do Automóvel de São Paulo foi o Audi Lunar quattro, uma sonda de exploração lunar desenvolvida por uma parceria entre fabricante alemã de automóveis e um grupo chamado Part-Time Scientists. O protótipo faz parte do projeto Google Lunar XPrize, concurso tem como objetivo inspirar engenheiros do mundo todo no desenvolvimento de métodos de baixo custo para a exploração espacial.

Audi Lunar quattro
Audi Lunar quattro

A Audi foi responsável pela tração integral, dos sistemas de condução autônoma e do desenvolvimento de materiais leves, com destaque para o uso do alumínio. O metal, por exemplo, foi o material escolhido para as rodas, cujas paredes tem apenas um milímetro, mas que apresentam uma extrema rigidez em função do seu design sofisticado, que foi possível graças ao emprego da impressão 3D.

“A tecnologia de impressão 3D permite produzir partes muito leves em quase qualquer formato em uma estrutura única”, explica Harald Eibisch, engenheiro de fundição e tecnologia de manufatura aditiva da Audi. Ele ainda explica que a liga utilizada é a AlSi10MgSr, a mesma que é usada na carroceria dos modelos da marca já há algumas décadas.

Audi Lunar quattro
Audi Lunar quattro

Cada uma das quatro rodas do Audi Lunar quattro custa cerca de 3 mil euros e levou 32 horas e 20 minutos para serem produzidas. Segundo Eibisch, apenas no conjunto de rodas, os engenheiros da Audi conseguiram reduzir 1,6 quilos de peso em relação ao projeto original. Além das rodas, a Audi usou a tecnologia para melhorar a suspensão, caixas de roda, suportes e a cabeça das câmeras.

E, ainda segundo o engenheiro, essa tecnologia 3D deve, em breve, tornar-se comum na indústria automobilística. “Em dez ou 20 anos provavelmente estaremos fazendo peças estruturas em larga escala usando uma impressora 3D.”

audi-lunar-quattro-2
Audi Lunar quattro

O próximo passo do Audi Lunar quattro é atingir a superfície da Lua, de onde, rodando a uma velocidade de até 3,6 km/h, transmitirá imagens de alta definição para a Terra – a sonda é equipada com quatro câmeras de 360 graus. A viagem está programada para o final de 2017 e, antes disso, ela deve fazer um último teste em condições extremas em desertos do Oriente Médio, em terrenos semelhantes ao que serão encontrados na Lua.

Audi Lunar quattro usa alumínio em sua construção

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *